Unidade de Cuidados Paliativos

paliativos1 18paliativos2 18paliativos3 18

Responsável:
Dr.ª Ana Paula Figueiredo
Enfermeira Chefe: Filomena Martins

Atividade desenvolvida
A Unidade de Cuidados Paliativos (UCP), a primeira da Península de Setúbal, recebeu os primeiros doentes a 22 de abril de 2010. Foi inaugurada pela então Ministra da Saúde, Dra. Ana Maria Jorge, e esteve integrada na Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados (RNCCI) até 31 de março de 2017, data a partir da qual, na sequência da implementação da Estratégia Nacional para os Cuidados Paliativos passou a ser incorporada funcionalmente no CHBM, funcionando integralmente como uma das suas Unidades Funcionais.

Com uma equipa multidisciplinar, esta Unidade presta cuidados médicos, de enfermagem, apoio nutricional, fisioterapia, terapia ocupacional e apoio espiritual e psicossocial a doentes adultos com necessidade de Cuidados Paliativos com situações clínicas complexas.

A UCP incorpora de forma integrada as seguintes áreas:
- Internamento: dispõe de 8 camas de internamento, distribuídas por um quarto duplo e 6 quartos individuais, para doentes que necessitem de cuidados paliativos agudos;
- Ambulatório Hospitalar: para prestação de cuidados paliativos em regime de consulta externa ou de hospital de dia,
- Consultadoria/Apoio Hospitalar: para apoio a doentes internados noutros serviços de adultos do CHBM.

Internamento
Os doentes podem ser provenientes da Consulta de Medicina Paliativa, de qualquer serviço de internamento de adultos do CHBM, ou de outra instituição hospitalar, sendo o caso previamente avaliado pelo médico da Equipa Intrahospitalar de Suporte em Cuidados Paliativos (EIHSCP) do CHBM, que analisa a situação no sentido de validar os critérios de admissão na Unidade.

Critérios de admissão para a Unidade de Cuidados Paliativos:
- Doente portador de doença grave e/ou avançada, ou em fase terminal, oncológica ou não, sem resposta favorável à terapêutica dirigida à patologia de base.
O doente não pode fazer terapêutica antineoplásica EV;
- Controlo de sintomas difíceis de resolver no domicílio ou em regime de ambulatório;

O tempo de internamento deve ser apenas o suficiente para controlo dos sintomas mais complexos. Desde a admissão do doente é delineado um plano, envolvendo o próprio,
a família/cuidador, médico, enfermeiro e assistente social, no sentido de determinar qual a melhor opção para a continuidade de cuidados após a alta:
a) Domicílio e manter acompanhamento em Consulta de Medicina Paliativa;
b) Domicílio e referenciado para a Equipa de Cuidados Continuados Integrados (ECCI);
c) Domicílio e referenciado para a Unidade Domiciliária de Cuidados Paliativos (UDCP) do CHBM;
d) Unidade de Cuidados Paliativos da RNCCI;
e) Lar.

Consulta Externa
A Consulta de Medicina Paliativa realiza-se no Piso 3, junto à Unidade de Internamento e destina-se a:
a) Doentes anteriormente internados na UCP e que tiveram alta para domicílio ou lar;
b) Doentes encaminhados através de outra consulta do CHBM ou cujo médico assistente contacta o médico da EIHSCP, desde que cumpram os critérios para essa referenciação.

Consultoria
A consultadoria aos serviços de doentes agudos é da responsabilidade da EIHSCP, constituída por uma equipa multidisciplinar (médico, enfermeiro, assistente social e com o apoio de psicóloga). O pedido é feito através do SClinico (Colaboração) e os doentes são observados num prazo de 48 horas, nos dias úteis, e até 72 horas, nos outros casos.

Equipa Intrahospitalar de Suporte em Cuidados Paliativos (EIHSCP)
Equipa
Ana Paula Figueiredo (médica)
Brígida Ferrão (médica)
Paula Machado (enfermeira)
Andreia Belourico (enfermeira)
Raquel Pereira (enfermeira)
Teresa Neves (psicóloga)
Margarida Reis (assistente social)

Competências
- Presta orientações ao plano individual de intervenção de doentes internados ou em ambulatório, com problemas e necessidades de difícil resolução, decorrentes da situação de doença incurável, avançada e progressiva, que exigem apoio específico, organizado e interdisciplinar;
- Promove formação e consultadoria aos profissionais dos serviços de internamento do CHBM.
A referenciação de qualquer doente para uma UCP da RNCCI só pode ser realizada através dos profissionais da EIHSCP, após avaliado o doente e obtido o seu consentimento informado.

Contactos
Internamento
Telefone: 212147300, extensão 2079 / 2080

EIHSCP
Telefone: 212147300, extensão 2104
Telemóvel: 918358608 (extensão móvel interna 5068)
Endereço eletrónico: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.